Aprendendo jornalismo



A “mídia” é, por definição (ou estruturalmente, se quisermos), marcada por algo que eu chamaria de desproporcionalização dos fatos.

Tomemos o exemplo de uma notícia que saia num jornal impresso. Uma pessoa passou por uma lipoaspiração e morreu na mesa de operação. A notícia então sai no jornal. Na cabeça dos leitores, imediatamente começa a formar-se a idéia de que é perigoso fazer lipoaspiração. Mas essa ideia é baseada em quê? Quantas pessoas fizeram lipoaspiração e não morreram? Se um jornal fosse obrigado por lei a manter as proporções, cada edição diária teria umas 10 mil páginas, onde viriam os nomes de todas as pessoas que fizeram lipoaspiração e não morreram. Lá no meio, então, veríamos a dona fulaninha que morreu. Veríamos? Nem chegaríamos a ver.

Todo mundo se deixa enganar por essas coisas. Eu mesmo, outro dia, atinei para o fato de que eu tinha a seguinte idéia na minha cabeça: câncer de próstata é MUITO perigoso e atinge MUITA gente, provavelmente quase metade da população masculina. Como a idéia estava num nível quase inconsciente (como todas as outras que temos, diga-se de passagem!), eu pude acreditar nela. Mas a simples enunciação aí em cima já mostra que ela é descabida. Mais de metade dos homens do mundo têm câncer de próstata durante a vida? Então fui atrás de estatísticas e descobri (com MUITA dificuldade) algo muito mais surpreendente do que eu esperava. A doença atinge algo em torno de 0,02% da população masculina brasileira. Sim, só isso! Passamos a vida preocupados por causa de uma merreca dessas.

Na verdade, quando eu disse que nos deixamos enganar, expressei-me mal. Não tem ninguém efetivamente nos enganando. E esse é justamente o problema. Deveria ser nossa obrigação manter as proporções na cabeça. Mas não é assim que acontece. Ninguém se preocupa com isso. O ser humano não sabe lidar com o jornalismo. E, para piorar, a mídia é de massa. Ou seja, ela nos cobre com uma enxurrada de notícias, quase sempre retiradas das profundezas dos zeros vírgula zeros.

Então, uma das maiores preocupações que eu tenho na minha cabeça é esta. Todo dia acordo dizendo a mim mesmo: Você não sabe lidar com o jornalismo. Aprenda!

~ by Evandro Ferreira on January 27, 2010.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: