Amor de juiz?

Cada vez mais chego a uma conclusão: não é que eu não tenha a capacidade de julgar as pessoas; o que me falta é o tempo necessário para essa tarefa verdadeiramente hercúlea e inconsumável (se é que existe essa palavra).

Bem, na prática, dá no mesmo. Afinal, uma tarefa que demandaria a eternidade para ser realizada é, para um ser humano, uma tarefa para a qual ele não está capacitado; ou seja, que só cabe a Deus.

Mas não vou negar que sempre resta esta impressão de superioridade, de que os outros são insuportáveis! Ô coisinha difícil esse diacho de amor ao próximo…

~ by Evandro Ferreira on January 20, 2010.

2 Responses to “Amor de juiz?”

  1. Respeitar os direitos do próximo talvez seja mais fácil.

  2. Respeitar os direito dos outros é muito fácil. Quero ver você ter amor aos outros. Você conseguiria amar um abortista?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: