106816205460417676

Minha situação atual, diante de alguns amigos, no que se refere à economia encontra-se no seguinte impasse. Entendo o suficiente do assunto para saber que a economia brasileira não tem futuro do jeito que está, e que a única solução realmente efetiva seria a diminuição dos impostos e da interferência do Estado. Ao mesmo tempo, não entendo do assunto o suficiente para conseguir convencer quem quer que seja, durante uma conversa informal. Particularmente difíceis são os simpatizantes de FHC, sempre otimistas e inclinados a dar mais importância aos aspectos conjunturais, como diminuição dos juros e controle da inflação. Eu gostaria de poder explicar a eles que, embora as privatizações tenham sido uma iniciativa interessante, tiveram muitos resultados negativos, já que o dinheiro delas foi torrado em programas sociais inúteis. Além disso, elas servem agora como desculpa esfarrapada para acusar de neoliberal o governo social-democrata de FHC. Também gostaria de saber dizer a eles que a população de funcionários públicos de Brasília está cada dia maior, por causa do inchaço do Estado, e que isso não vai ficar sem conseqüências para as contas do Dinossauro. Mas não consigo que eles dêem a isso a devida importância. A cegueira cronocêntrica dos otimistas e cientificistas resiste aos mais sólidos argumentos, pois eles esperam que seu interlocutor lhes afogue num mar de estatísticas e jargões econômicos, mesmo que seja apenas para lhes provar que dinheiro não brota da terra (nem mesmo da roxa!).

~ by Evandro Ferreira on November 6, 2003.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: