82867940

Seguindo o assunto de que tratei em meu último artigo, achei extremamente esclarecedor o artigo de William Anderson no Mises.org. Ele se mostra contente com o fato de o Nobel de economia ter sido dado a Smith, que declarou se inspirar em Mises desde os anos 50.

Contudo, Anderson lembra que a economia experimental não pode provar leis que valham para todas as situações. Usando o exemplo da lei da oferta e da procura, ele observa que um estudo experimental certa vez provou que ela não valia muito para o setor de fastfood em um dos estados dos EUA.

Então, Anderson observa que isso não invalida a lei. Seria preciso que se fizessem experimentos em todos os setores, em todos os lugares e em todas as situações.

Enfim, o fato é que os experimentos não são um bom caminho para a ciência econômica (ao menos para “demonstração” de leis): “The law of demand is true, not because it has been demonstrated as true in a controlled setting, but rather because of the understanding that human beings act within time and space, and the implications of purposeful action lead us towards, not away from, the law of demand.  Laws of human action are immutable; they are not products of probability or hypothesis testing, but rather exist because of the very nature of humanity”.

~ by Evandro Ferreira on October 11, 2002.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: